Itapirubá

Nossa Senhora dos Navegantes

Fundação:
02 de fevereiro de 1961

Festa Litúrgica:
2 de fevereiro

Endereço:
Capela Nossa Senhora dos Navegantes
88780-000 - IMBITUBA - S

Horário das Missas:
Missas: Conferir a agenda mensal
Adoração ao Santíssimo: Quinta-feira - 19h
Terço dos Homens: Terça-feira - 19h

Horário de Catequese:
Perseverança: Sábado - 14h - Márcia Viana

 

Dados Históricos

É a comunidade de fé mais ao sul de Imbituba, e como última vila imbitubense, faz divisa ao sul com Laguna, vizinho de Boa Vista e Roça Grande (Gruta). O nome ITAPIRUBÁ vem do tupi guarani e quer “Costão/pedra com muitos peixes” – (“ita – pedra” , “ piru – peixe” e “ uba/tuba – abundâcia). A comunidade de fé foi instalada pelo Cônego Dr. Itamar Luiz da Costa na década de 60, com a construção de uma pequena capelinha em honra a Nossa Senhora dos Navegantes, a Rainha do Mar no alto da colina. Com o passar do tempo, a Igreja foi reconstruída na parte baixa, onde esta atualmente desde 1987. Há que se dizer que no século XIX, mesmo sem existir organizada a comunidade fé, cantadores do Divino liderados por Joca Martins de Ribanceira de Baixo, anualmente passavam por Itapirubá e organizavam NOVENAS CANTADAS em honra ao Divino e Nossa Senhora dos Navegantes. Possui ainda igrejas evangélicas Assembléia de Deus e Adventistas. Os primeiros loteamentos começaram em 1957. Loteamentos dos Batistellas, do Brandalize, Concórdia, e ainda outros menores pela região, proporcionaram o desenvolvimento e parte da economia e desenvolvimento imobiliário da localidade mais recentemente.

A primeira atividade econômica dos primeiros habitantes foi a pesca, notadamente da tainha, que acontecia com o famoso “corso da tainha” em nossas águas, principalmente no inverno com a pesca de temporada. A história também registra alguns pescadores de baleias francas associados com pescadores da Vila Nova no passado por volta do seculo XVIII. A Festa da Tainha, que ocorre anualmente entre Junho e julho, idealizada por Júlio Athanázio, marcada por apresentações folclóricas e pela culinária açoriana com a famosa “Tainha na Telha” recebe no inverno milhares de visitantes de vários pontos do País. O ensino público foi instalado pela primeira vez no tempo governo municipal de Moacir Orige com 34 alunos do nível primário. Em 1965 alcançou notoriedade o Motel Marisol do senhor Ivo Brandalise. Seu balneário já foi o preferido dos tubaronenses e gaúchos. A comunidade pesqueira pertence a Colônia Z-13, que na década de 70 chegou a possuir 659 associados pescadores do Município. O pré- Escolar funciona na Escola Municipal Isac Machado. O famoso Hotel Itapirubá dos Batistella na localidade já foi um importante ponto de acolhida para hospedagem dos turistas, encontros, congressos e eventos sociais. Comércio, turismo de Verão, aposentados, pequenos comerciantes, hotéis e pousadas. Destaca-se na entrada de Itapirubá, setor Sul - o Restaurante Pacífico com requintada gastronomia com frutos do mar.

A Capela de Nossa Senhora dos Navegantes foi construída pelo cônego Dr. Itamar Luiz da Costa, no pico do morro. Devido às dificuldades dos mais idosos, foi reconstruída na parte baixa.

Pleiteando uma Igreja melhor para sua comunidade, a Senhora Vônia Léa C. Ferreira, e demais moradores, reiniciaram o trabalho de reconstrução da nova Igreja.

Também com apoio de veranistas, a Igreja foi reconstruída pela terceira vez, em 1987.

Logotipo Paróquia Imbituba

- Paróquia Imbituba -
Imaculada Conceição, 111 | Centro
88.780-000 | Imbituba | SC
paroquiaimbituba@hotmail.com
(48) 3255-0250

© 2019 Copyright Paróquia Imbituba - Todos os direitos reservados

© 2019 Copyright Paróquia Imbituba
Todos os direitos reservados
KleinCode | paxweb.com.br