Guaiúba

São José

Fundação:
28 de janeiro de 1972

Festa Litúrgica:
19 de março

Endereço:
Capela São José
88780-000 - IMBITUBA - SC

Horário das Missas:
Missas: Conferir a agenda mensal
Adoração ao Santíssimo: Quinta-feira - 19h

Horário da Catequese:
Iniciação: Quinta-feira - 17h - Heloisa Soares e Tainara
Intermediária 1 e 2: Sábado - 10h - Rosana
Perseverança: Sexta-feira - 17h - Maricleia de Souza
Crisma: Sábado - 10h - Maria Alexandre Soares

 

Dados Históricos

A comunidade era formada por igreja doméstica nas casas. O povo se reunia para fazer suas orações, terços e novenas.

A família Soares se reuniu para, então, construir uma capelinha para celebrar as missas, já que o povo para participar de u ma missa tinha de ir à Vila Nova.

No ano 1956 a comunidade recebeu as Santas Missões. Com a chegada dos missionários nossa comunidade ficou mais interessada a construir a igreja, e assim foi feita, em 1957 foi inaugurada a Capela São José. O primeiro presidente foi o Sr. Pedro Vergílio Soares e sua diretoria.

Com o crescimento da comunidade, sentiu-se a necessidade de se construir uma igreja maior, então Vergilino Soares, com a ajuda do povo, deu início às obras de nossa igreja em alvenaria. Com doações e ajuda do povo, a igreja foi inaugurada em 1985, com a presidência de Vergilino Soares e sua diretoria.

Vergilino Soares ficou na diretoria até sua morte, pois o povo sempre o elegia novamente. Quem o sucedeu foi Dilton Mello Pires, escolha de Vergilino Soares.

A devoção e a fé ao Senhor Bom Jesus existe a muitos anos em nossa Comunidade. Na casa dos jovens Antônio e Ana Emídia se fazia, há muito tempo atrás, a oração do terço em homenagem ao Senhor Bom Jesus.

Ao morrer, o pai encarregou essa missão aos filhos, Ana e Antônio, pois, acreditava na fé e na devoção de seus filhos. Entregou a eles o quadro do Senhor Bom Jesus para que continuassem a devoção da reza do terço.

Em 1943, Antônio alcançou grande graça, através de sua fé. Uma grande tempestade abateu-se sobre a Guaiúba. Dias e dias a chover, destruindo plantações, matando animais. A força da água arrastava tudo para a lagoa mirim, que começou a subir e a inundar tudo.

Antônio, vendo o sofrimento de seus familiares, dos amigos, e de toda a comunidade, pediu, de joelhos, ao Senhor Bom Jesus, que acalmasse a chuva, e ele faria uma grande novena no Seu dia.

Às 6h da tarde, ao abrir a porta, Antônio viu, em frente de sua casa, um homem vestido de branco e nesse momento a chuva cessou. Antônio tendo a graça recebida agradeceu ao Senhor Bom Jesus.

E dessa data em diante, no dia do Senhor Bom Jesus, 6 de agosto, Antônio e Ana passaram a fazer a novena em sua casa. Com a morte de Antônio, Ana continuou a cumprir a promessa feita por seu irmão. Com o passar dos anos, Ana adoeceu e já não podendo continuar, chamou seu sobrinho Gregório Pires e o encarregou a missão repassada por seu pai e a promessa feita por seu irmão.

A grande tradição continuou na casa do nosso saudoso, Mano Gregório, assim conhecido carinhosamente na comunidade, as novenas em sua casa eram um dia de festa na comunidade onde os devotos traziam bolos e massas para rematar, e o lucro servia para a compra de fogos para homenagear nosso Senhor Bom Jesus de Guaiúba.

Depois de sua morte a imagem ficou com seu filho Luís que após alguns anos achou melhor doar a imagem a Igreja São José, mas, para que fossem feitas as novenas nas casas de nossa comunidade.

E que esta linda história de fé continue acontecendo em nossa comunidade.

Logotipo Paróquia Imbituba

- Paróquia Imbituba -
Imaculada Conceição, 111 | Centro
88.780-000 | Imbituba | SC
paroquiaimbituba@hotmail.com
(48) 3255-0250

© 2019 Copyright Paróquia Imbituba - Todos os direitos reservados

© 2019 Copyright Paróquia Imbituba
Todos os direitos reservados
KleinCode | paxweb.com.br